Destaque

FEITO CÃO E GATO - É POSSÍVEL A CONVIVÊNCIA DESSES DOIS "INIMIGOS"?







Por muito tempo (e ainda tem pessoas que acreditam nisso), acreditava-se que uma convivências pacífica entre o cão e o gato era praticamente impossível. Lenda falsa! Apesar do instinto caçador, necessidade de marcação de território e estilos de vida opostos de ambos os animais, é possível fazer com que eles convivam em harmonia em um mesmo ambiente. Como? Com muita paciência, é claro.


Para você que está pensando em ter um cachorro num ambiente que já possui um gato e vice e versa, vamos dar algumas dicas de como tornar esse primeiro contato o melhor e mais correto possível, para que seus bichinhos se tornem companheiros e melhores amigos.


Quando os dois filhotes chegam juntos


Seria a melhor das maneiras de os dois animais se acostumarem com a presença um do outro, pois iriam descobrir juntos o novo ambiente. O cuidado maior é na alimentação e na higiene de cada um, feita sempre em locais separados. Também deve-se ficar de olho, por serem filhotes e na grande maioria com muita energia e curiosidade, para que cada um coma a sua devida comida (cachorro não pode comer comida de gato e nem gato de cachorro).


Quando o gato é o morador mais antigo


Como gatos gostam de se esconder quando um estranho aparece, deixe lugares na casa para que ele possa fazer isso enquanto não se familiariza com o cão. De forma natural, o gato irá se aproximar do cão, sentir seu cheiro e se adaptar à convivência.