Destaque

"Mrrooow Meauu Miirrrww" Entendeu? Não?! Então saiba que os miados

Pode parecer difícil entender os muito e diferentes miados que nossos bichanos emitem, não é?


E você já deve estar pensando: isso QUANDO emitem, porque realmente, nem todos são tão falantes.

Mas saiba que os cientistas descobriram que os gatos possuem um sistema de comunicação muito elaborado e com centenas de vocalizações.


Aqui em casa temos duas pequenas muito comunicativas. Uma mais que a outra, beeeem mais.


E elas não se comunicam apenas quando querem ou veem um sache de comida. Elas respondem quando chamamos, seja o que for; falam algo quando espirramos (isso é hilário) e independe do número de espirros, é 'mrrow' para cá, 'mroww' para lá; quando fazemos perguntas, respondem (o que eu não sei, mas respondem) e por aí vai...aqui o papo rola solto, no "gatês" e no português mesmo, e não existe a sensação de estarmos falando sozinhos, como muitas pessoas acham que é (erroneamente), quando se tem gatos.

Claro, é mais fácil entendermos os cachorros, por terem rostos mais evidentemente expressivos e linguagem corporal mais facilmente compreensível, mas os gatos são sim, tão expressivos quanto eles. Então, que fique claro, o problema não são os gatos que não sabem se comunicar, e sim os seus humanos que não sabem, não conseguem e muitas vezes, não se esforçam para entender. (Veja aqui mais sobre os sons que os gatos emitem)


Os gatos siameses e de outras raças orientais têm sido vistos como mais vocais, mais falantes que os de raças com pelos mais longos. Bom, já teríamos uma explicação do porque da nossa Mya (siamesa) ser tão 'falante'; a outra explicação seria por culpa minha mesmo, afinal a culpa é sempre da mãe não é? (risos) A Mya é muito parecida comigo, nossas personalidades são parecidas e portanto, falamos e falamos sim, pelos cotovelos.


Certo, mas não seria mais fácil se existisse um tradutor de miados ao invés de ficarmos tentando deduzir o "gatês"?


Então vou contar a você, existe!