Destaque

O que fazer quando encontrar um gato abandonado?

Diariamente recebemos pedidos de ajuda de pessoas que encontram um ou mais gatinhos abandonados/perdidos, filhotes e adultos. Infelizmente não podemos ajudar todos os casos, e muitas pessoas não possuem conhecimento do que fazer nesse momento, então sempre tentamos instruir para que o resgate aconteça da melhor maneira possível. Aqui vão algumas dicas importantes para o resgate e cuidado desses ronrons:

Fonte: http://41.media.tumblr.com/dfa5fb5c7684c8c3659630a7bccd88dc/tumblr_nc1khbxt9W1tkc9fqo1_1280.jpg


Recém-nascidos


Esse é um dos casos mais complicados, pois os gatinhos recém-nascidos precisam ser amamentados para sobreviver. Há um produto chamado PetMilk, que pode ser comprado em petshops e é um alimento completo substitutivo do leite, enriquecido com as vitaminas, minerais e aminoácidos necessários para o desenvolvimento do filhote.


Outra opção seria encontrar uma gata que esteja amamentando para que ela acolha estes filhotes, porém, não recomendamos esta sugestão porque a mãe ou os filhotes podem ser positivos para FiV/FeLV, e a doença ser transmitida via amamentação. Bebês gatinhos muito pequenos podem não ter diagnóstico e é um risco para a gata, ou vice-versa, caso ela nunca tenha sido testada.


Por isso, sugerimos como melhor solução o leite em pó.

Veja dicas de como usar o PetMilk no vídeo a seguir:



Gatos Ariscos/Ferais


No caso dos gatos ariscos (aqueles que não deixam chegar perto), o resgate pode ser feito com a ajuda de uma gatoeira (uma armadilha para gatos). Tenha calma para capturar o gatinho, pois as vezes pode ser difícil. Use comida como atrativo. Tente transportar a gatoeira coberta com uma toalha, para o ronrom não ver todo o caminho. Isso o ajudará a ficar mais calmo.


Leve diretamente ao veterinário, que saberá como lidar com cada caso. Os gatos ariscos exigem um pouco mais de paciência para sua socialização, mas nada que seja impossível. Com o tempo eles vão se sentindo seguros, e aprendem a confiar na gente.

Fonte: http://catsnecropolis.blogspot.com.br/2010/08/dose-dupla.html