Destaque

Como educar seu ronrom

Meu gato arranha os móveis:


Este comportamento é natural nos gatos. O ato de arranhar tem algumas funções como:


- renovar as unhas (elas “desfolham”, saem em camadas)

- para marcar território com odores e marcas visuais (existem glândulas entre as almofadinhas das patas que deixam um cheiro no local que é percebido por outros gatos)

- se alongar!


Você já deve ter percebido que as unhas dos gatos são retráteis, elas podem ser expostas ou ficar “embutidas”. Elas servem para defesa/ataque e permitem que os gatos se pendurem, como se elas fossem ganchos. Os gatos que têm vida livre, escalam e arranham troncos de árvores, cercas etc. Os gatos que vivem indoor também precisam arranhar alguma superfície. Se eles não têm outra alternativa, acabam arranhando os sofás, poltronas, colchas, cortinas…e arranhadores.


Se o seu gato arranha seu sofá e/ou machuca alguém com seus arranhões, existem várias alternativas para minimizar este problema:


- adquira um arranhador para gatos – disponível em pet shops – e coloque-o em frente ao móvel “castigado”. Brinque com seu gato junto ao arranhador, elogie-o quando usar, esfregue catnip até ele gostar muito do arranhador. O arranhador deve ser longo ou pode ser “instalado” de cabeça para baixo, embaixo de uma mesa por ex. O ideal é que seu gato consiga alongar o corpo todo. Aos poucos, se quiser, mova o arranhador para outro local da casa.


- cubra temporariamente o móvel que seu gato arranha com um plástico ou com uma fita dupla-face. Ele vai detestar o contato com o plástico ou grudar as patinhas


- corrija-o quando arranhar uma superfície proibida (faça um barulho estranho, como um chiado, por ex.)