Destaque

O que o seu gato está comendo?

Para entender a importância da ração para a saúde do seu ronrom, devemos pensar que é dela que seu gato retira os nutrientes que precisa para viver. Basicamente, se a ração tem falta de algum nutriente, o corpo do seu gato terá falta dele também, e se a ração tem excesso de alguma coisa (tipo sal e corantes), o corpo do seu gato também terá excesso.


Para saber se uma ração é de qualidade, é preciso ler e analisar bem os ingredientes na embalagem. Veja o que você precisa saber sobre os ingredientes utilizados nas rações e o que o seu ronrom precisa para ter uma alimentação saudável:

Fonte da imagem: http://cdn.desktopwallpapers4.me/wallpapers/animals/2560x1440/4/30485-cat-at-the-eating-table-2560x1440-animal-wallpaper.jpg

Ingredientes descritos na embalagem:


Na hora de ler a embalagem da ração para analisar seus ingredientes, é preciso ficar atento. Apesar de não ter a quantidade de cada ingrediente, eles vem em ordem decrescente, ou seja, o que tem em maior quantidade na ração, vem primeiro. Mas, na indústria de rações para pets, existe uma prática de rotulação chamada 'splitting' ('repartição', ou 'dividindo', em inglês). Os fabricantes querem que você pense que o principal ingrediente é alguma carne, e por isso dividem os produtos de milho em várias categorias.


Por exemplo: em um pacote de ração para gatos da marca X, os ingredientes do rótulo são listados nessa ordem: Farinha de sub-produtos de frango, milho moído, trigo, farinha de glúten de milho, farinha de soja, farelo de arroz, etc.A maioria das pessoas ao lerem esse rótulo presumirão que 'farinha de subprodutos de frango' é o principal ingrediente, oferecendo uma fonte ampla de proteína. Errado. Na verdade, o milho é o primeiro ingrediente dessa ração para gatos. Para dar a impressão de que a fonte proteica é o principal ingrediente nessa ração, o fabricante dividiu o milho em duas categorias: milho moído e farinha de glúten de milho. Mas se você contar o total de todas as formas de milho utilizadas e contar o total de todas as fontes de proteína verá que o milho é muito mais abundante.


Conservantes:


BHT, BHA e Etoxiquina são conservantes químicos. Há suspeitas de que o uso do BHT possa causar câncer a longo prazo. O uso dele é proibido em alguns países. A Etoxiquina é usada também como pesticida. Quase todas as rações do mercado brasileiro, mesmo as Premium e Super Premium, contém esses conservantes.


Segundo as marcas de rações nacionais que se posicionam sobre o assunto: "BHA e BHT são aprovados pelo FDA e pela AAFCO, órgãos internacionais que regulamentam o uso dos ingredientes na alimentação animal. Os antioxidantes são utilizados para ajudar na conservação dos alimentos, evitando a deterioração ou ranço e a produção de compostos tóxicos resultantes do processo de oxidação" e ainda "O BHA pode ser encontrado, por exemplo, na manteiga, em carnes, em cereais, em pastilhas elásticas, em batatas desidratadas ou na cerveja. Ele foi acrescentado pela Comissão Europeia na lista dos aditivos autorizados nos alimentos para animais com um teor máximo de regulamentação de 150 mg/kg de alimento".


Os conservantes naturais são a vitamina E (tocoferol), vitamina C (ácido ascórbico), essência de alecrim e ácido cítrico. Procure por esses ingredientes no rótulo.