Destaque

Você sabia? Único cemitério de gatos do mundo fica em Santa Catarina

Você já havia ouvido falar que Santa Catarina, mais especificamente Blumenau, possui um cemitério de gatos? Muitas pessoas ainda não.

Apesar de existirem muitos cemitérios de animais no mundo, há quem diga que este é o único exclusivamente voltado para gatos, e até onde se sabe não há registros de outros locais dedicados a abrigar apenas os felinos domésticos após a morte. No entanto, não há uma fonte que certifique esta informação.

Fonte: registro da autora

O cemitério foi construído no século passado por Edith Gaertner, sobrinha-neta do Dr. Blumenau, o fundador da cidade.

Era uma mulher que estava à frente do seu tempo. Enquanto muitas mulheres de sua idade ainda viviam dedicadas aos afazeres domésticos, Edith sonhava em ter carreira artística.

Viajou para Argentina e Alemanha, buscando realizar seu sonho.

Morou muitos anos na Alemanha, até que seus irmãos, que moravam em Blumenau, vieram a adoecer.

Isto fez com que ela abandonasse sua carreira e retornasse para Blumenau, em 1924, para cuidar de seus irmãos.

Ao retornar, modificou totalmente seu estilo de vida e passou a refugiar-se na residência de sua família, entre livros, animais, o grande jardim e o verde do parque nos fundos da casa.

Edith com um de seus gatos. Fonte: Arquivo Histórico/FCBlu

E foi nesta tranquilidade da natureza com seus fiéis companheiros, os gatos, que esta grande mulher passou os últimos anos de sua vida, deixando muitos registros em sua câmera fotográfica.

Edith tinha de seis a sete gatos de uma vez só. Quando um deles vinha a falecer, ela os enterrava nos fundos da casa, com direito a funeral e cortejo fúnebre com presença de familiares e vizinhos.

Uma das imagens registradas por Edith de seus gatos. Fonte: Arquivo Histórico/FCBlu

Mais de 50 gatos foram enterrados ali, porém atualmente há apenas 9 lápides de concreto, todas identificadas com nomes dos respectivos gatos, sendo eles: Pepito, Mirko, Bum, Peterle, Musch, Schnurr, Sittah, Putze e Mirl.

Túmulos que há no cemitério. Fonte: registro da autora.

Em 15 de setembro de 1967, Edith veio a falecer.

Sua residência e outras benfeitorias foram incorporados à fundação cultural de Blumenau, além dos outros terrenos e espaços que ela e sua família já haviam doado para a prefeitura.

Hoje suas heranças fazem parte do Museu da família Colonial e um parque botânico foi inaugurado com seu nome no local, como forma de homenageá-la.

O cemitério de gatos pode ser visitado no Museu da Família Colonial de terça a domingo, das 10 às 16h, com exceção de feriados.No endereço: Rua Alameda Duque de Caxias, número 78 - Centro.

Fonte: registro da autora.

Fonte: http://novablumenau.blogspot.com.br/2009/03/cemiterio-de-gatos.html

http://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2015/12/cemiterio-de-gatos-em-sc-esconde-historia-de-atriz-da-fama-clausura.html

#cemitériodegatos

Enquete
Publicações recentes
Arquivo
Tags
Nenhum tag.

Adote um Ronrom © 2016

Site criado por mmkittens.com

  • Facebook Social Icon

Curta o Adote um Ronrom no Facebook

  • Instagram Social Icon

Siga o Adote um Ronrom no Instagram